sábado, 6 de fevereiro de 2010

MUTIRÃO: Comunicador Brasileiro acompanha Papa há 20 anos



O Jornalista Silvonei José Protes está há 20 anos residindo em Roma e trabalhando na Rádio vaticano. Nascido em Guarapuava, no Paraná, o profissional de comunicação revela que há duas décadas acompanha o Papa em suas viagens pelo mundo. Diz que o papa João Paulo II, quando aparecia em locais públicos reunia multidões para vê-lo, já o Papa Bento XVI, a multidão se reune para ouví-lo. Em entrevista ao jornalista Alessandro Calixto, Silvonei conta muito mais da sua profissão. Na segunda dia 08 de fevereiro, a íntegra da entrevista estará no ar para todos que quiserem ouvir.

Foto:Padre César

MUTIRÃO: Muticom encerra neste domingo















Foto: Alessandro Calixto

O Mutirão de Comunicação América Latina e Caribe, que iniciou no dia 3 de fevereiro, encerra neste domingo com a participação de cerca de 15 mil pessoas, de 18 países. São profissionais, estudantes, jornalistas, representantes de movimentos sociais, lideranças comunitárias, pastorais, interessados no tema, que durante cinco dias debateram e buscaram alternativas para a construção de uma comunicação comprometida com a paz, a justiça e a solidariedade.

Durante todo o dia, será mantida a visitação as tendas e a exposição de Fotografias de Arte Sacra e a Exposição de Arte Sacra Contemporânea, com obras premiadas. Na parte da tarde, acontecem, ainda, a partir das 13 horas, no Teatro do prédio 40, as apresentações artístico-populares. Às 14 horas também será realizada a Marcha Juvenil pela solidariedade e contra o extermínio de Jovens nas Américas e continuam, a partir deste horário, a exibição de filmes e documentários com temática relacionada à proposta do Mutirão (auditório do prédio 9).

Às 18 horas, haverá celebração e a leitura da Carta de Porto Alegre, cuja construção está sendo feita durante o evento a partir dos debates e contribuições dos participantes. A idéia do documento, segundo o coordenador de comunicação, Attilio Hartmann, é definir que tipo de comunicação queremos e apontar caminhos para atingir este objetivo. “Nossa proposta é que esta carta sirva como uma espécie de mapa para os comunicadores, profissionais, estudantes, professores, que provoque a reflexão e trabalhe com a possibilidade de uma outra comunicação possível”, destaca ele. Em sua linha mestra, a carta irá dialogar com a proposta do Mutirão, de uma comunicação voltada para a cultura solidária. No final será lançado o próximo Mutirão de Comunicação que acontecerá em 2011, no Rio de Janeiro.

A carta será distribuída e colocada no site do Mutirão (www.muticom.org), que continuará no ar como um Fórum permanente de debate. Após a leitura da carta, o evento encerra às 20 horas, com um show do grupo pop Papas da Língua, no Salão de Atos da PUCRS.

Assessoria de Comunicação do Muticom

Jornalista Nara Roxo – 9124.7995

MUTIRÃO:O diálogo da paz é urgente diz especialista em comunicação


O jornalista, docente e pesquisador na área da Comunicação, Washington Uranga (foto), foi o conferencista da manhã deste sábado (06) durante o Mutirão de Comunicação América Latina e Caribe, evento que acontece na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul e prossegue até este domingo. Uruguaio radicado em Buenos Aires, Uranga é conhecido na América Latina pela área da pesquisa em comunicação. Desenvolve a função de Diretor de Pós-Graduação da Faculdade de Ciências Sociais da Universidade de Buenos Aires. Ele também é colunista do Jornal Página/12 e assessor do Ministro de Desenvolvimento Social da Argentina. Durante sua conferência no Prédio 41 – Centro de Eventos da PUC, Uranga abordou o tema: “Comunicação no diálogo das culturas”. Para o jornalista, o diálogo é comunicação, construção coletiva e espaço de troca e não sinônimo de acordos de coincidência ou de falta de tensões. (Acompanhe em áudio).

De acordo com o jornalista Uruguaio, o diálogo da paz é urgente e precisa ser construído imediatamente, mesmo com problemas constantes entre o jogo de poderes e as tentativas de domínios mantídos por alguns países.
Foto: João Carlos Romanini

MUTIRÃO:Indicados primeiros conferencistas para 7º. Mutirão

Evento vai acontecer no Rio de janeiro em julho do próximo ano

Será apresentada neste domingo (7) a equipe para o próximo Mutirão Brasileiro de Comunicação, com data marcada para o período de 17 a 22 de julho de 2011, na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC).

O tema “Comunicação e Vida: Diversidade e Mobilidades” está relacionado à Campanha da Fraternidade deste ano, cujo tema é “Economia e Vida”.
O coordenador geral do Muticom 2010, padre Marcelino Sivinski diz que alguns nomes para as conferências já estão indicados, como o da irmã Joana Puntel e padre Geraldo Martins.

Roseli Lara
Rádio Migrantes

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

MUTIRÃO: O que acontece na tarde sexta-feira (05/02)

A tarde de sexta-feira no Mutirão de Comunicação , continua agitada. Amigos se reencontram, outros se conhecem e a imprensa cobrindo todo o evento. A seguir alguns momentos registrados pelas lentes de Alessandro Calixto.





MUTIRÃO: Economia e Comunicação na Era Digital



Foto: Alessandro Calixto

Este foi o tema do terceiro dia do Mutirão de Comunicação que acontece em Porto Alegre, desde o dia 3 de fevereiro. A mesa da conferência principal foi coordenada por Elson Faxina e, teve como conferencistas Rubens Salvador Bordini e Luciano Sathler. O eixo principal abordado foi à relação da economia com a comunicação na era digital e os desafios que este relacionamento propõe as instituições religiosas. Foi também apresentado que, não basta somente fazer a economia, hoje temos que trabalhá-la de forma digital, só assim conseguiremos fazer a diferença, sendo eficaz em atingir o público no qual se destina a comunicação. O conferencista Rubens salientou a importância da tecnologia da comunicação no produto direto ao consumidor, fazendo-nos refletir sobre como é a relação entre nosso trabalho ou serviço, e a pessoa que consome esse produto ou serviço. Qual a qualidade apresentada, que desafios são superados e quais as demandas que continuam surgindo com a evolução dessa tecnologia. O painelista Luciano afirma que “se continuarmos fazendo o mesmo, perderemos nossa significância”, afinal a economia junto da política nos obriga a exercer uma “dominação” simbólico cultural. É preciso assimilar que digital é convergir. Hoje tudo que é digital converge para o crescimento e para a novidade. Nós estamos mais próximos das tecnologias de informação e comunicação, mas precisaremos nos especializar em biotecnologia, robótica e nanotecnologia, salienta Luciano. Para tamanhos desafios em nossa realidade, em que os jovens se tornam cada vez mais capacitados na área da comunicação digital, precisamos levar em conta as dimensões da capacidade científica e tecnológica de nossos povos, e de que é necessário investir em formação específica, em habilidades próprias e em produção de conhecimento. A indústria da comunicação recolhe seu faturamento, principalmente, em três grandes eixos: chips (hardware), software e conteúdo. O conteúdo que antes passava por um caminho que incluía o criador, o publicador, o distribuidor, o varejista e o consumidor, hoje, com o crescimento da web e com o surgimento da web 2.0 esse caminho já é mais curto, resumindo-se a criador e consumidor. A conferência constatou a importância de envolver, criar, discutir, promover e medir. Isso é possível pela tecnologia presente e acessível. Fica o desafio de como vivenciar no dia a dia da Igreja da América Latina e Caribenha, o envolvimento com estas propostas de novas tecnologias digitais, para que o processo de evangelização e promoção da vida sejam cada vez mais eficazes através da comunicação.

Raquel Pulita, da redação do Muticom.org

MUTIRÃO: Igreja cria Pastoral do Mundo Digital


A orientação para que todas as dioceses implantem a nova pastoral está na mensagem do Papa Bento XVI para o 44º. Dia Mundial das Comunicações Sociais, que propõe como tema “O sacerdote e a pastoral do mundo digital: os novos media ao serviço da Palavra”. O presidente do Pontifício Conselho para Comunicações Sociais, Dom Claudio Maria Celli, acentuou durante o Mutirão de Comunicação América Latina e Caribe (Muticom) que a orientação da Igreja é para que as comunidades ingressem decididamente no mundo digital.

MUTIRÃO: Comunicação ante o Deus da esperança


c

A professora e doutora em Comunicação, Joana Puntel iniciou o seminário “Comunicação ante o Deus da esperança” testemunhando um episódio que ela viveu no exercício do jornalismo com o saudoso Dom Helder Câmara, um dos fundadores da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Na ocasião, ela lembra que deveria escrever um artigo sobre a geração jovem para a revista Família cristã e embora, a jornalista só visse pontos negativos para apontar sobre a nova geração, Dom Helder a fez se encher de esperança com a afirmação de que “É preciso ter calma. Estamos apenas nos primeiros dias da criação. A vida está nascendo todos os dias” relembrou a conferencista.
Naquela entrevista, a jornalista aprendeu que a esperança vem junto com a fé e se firma em algo concreto para a existência humana: Deus, o princípio de tudo. A partir dessa abordagem inicial, a hoje professora, nos conduziu por uma reflexão sobre a importância da esperança nos dias de hoje sob o ponto de vista humano e cristão e nos convidou a viver uma esperança ativa – criativa, principalmente, no campo da comunicação. “É preciso reafirmar isso, retomar essa discussão, alimentá-la todos os dias” frisou a professora.
Outra abordagem interessante feita por ela é que a palavra esperança é uma das mais usadas e almejadas nos nossos dias. “Hoje, existe Pizza Esperança, Fazenda Esperança, Criança Esperança, Deus da Esperança só para citar alguns exemplos. Até porque a esperança é a última que morre” brincou se referindo ao clima quente.
Segundo a professora, a esperança é uma virtude que traz em si o desejo de um futuro melhor e uma teimosia que leva a viver um processo de pensar o futuro, enquanto se vive o presente. Ao falar sobre a vida, ela classifica o comportamento humano em pelo menos três atitudes comuns: o medo, que nos paralisa, impede de seguir adiante; a simples espera, uma postura passiva e indiferente diante da vida e a esperança, força que faz o que não existe vir à cena.
Ela continua seu raciocínio afirmando que a esperança cristã é uma das virtudes teologais do Cristianismo. Ao analisar a Bíblia, ela observou que no Antigo testamento, o povo de Israel vive a esperança, através das promessas e das alianças com Deus, ao mesmo tempo em que os profetas denunciavam as falsas esperanças. Com isso, ela abre um parêntese e chama atenção para as falsas ilusões impostas hoje pelos meios de comunicação, principalmente, através da propaganda, telenovelas e Big Brothers, formatos televisivos que segundo a pesquisadora, deveriam estar sendo utilizados para anunciar a esperança, denunciar as injustiças e promover a solidariedade.
Como exemplo dessa esperança no antigo testamento, ela citou a promessa de Deus a Abraão, a quem seria dada uma descendência tão numerosa quanto as estrelas do céu. Nesse caso, era necessário muita fé para acreditar já que sua esposa era estéril. Após essa afirmação, ela frisou o vínculo entre fé e esperança que é o amor.
Já no novo testamento, a esperança de Israel se realiza com Jesus. “Os primeiros cristãos vivem essa esperança, que ultrapassa os limites da cruz com a ressurreição de Cristo”, completa a pesquisadora. Ela destaca a crise atual da fé, a crise da esperança, das utopias geradas pela selvageria do capitalismo neoliberal. “O mundo afunda em crises de sentidos cada vez mais profundas e uma das formas de sair dessa crise é assumir uma esperança ativa – criativa na construção da realidade social. É preciso motivar a presença como cristãos na extensão da obra de Deus no mundo da comunicação” afirmou a professora.

Karla Nery, da redação do Muticom.org
Foto: Alessandro Calixto

Mutirão : Dom Orani concede entrevista a Rádio da Família

Em entrevista a Rádo da Família, logo na saudação inicial do arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta, uma constatação: “o Mutirão é um momento histórico para a igreja no Brasil, América Latina e Caribe, em um momento que o mundo vive um boom midiático”.Com a colocação, Dom Orani apontou para uma realidade bela, porém desafiante para os comunicadores cristãos sobre a utilização dos meios de comunicação social.Fazendo uso de uma expressão salesiana, que servia para indicar que, os “filhos de Dom Bosco” deveriam fazer-se presentes junto às crianças enquanto estivessem brincando no pátio, nos convocou a, como “comunicadores católicos”, ocupar nosso espaço junto aos meios de comunicação, utilizando destes tanto quanto nos ajudem a transmitir a Boa Notícia.Meios de Comunicação: “Pátio” que devemos ocupar. Abaixo momentos da gravação da entrevista, registrados por Camila Bastos da TV Canção Nova.







MUTIRÃO: Padre Rodrigo Papi lança CD na Rádio Mutirão

Por Alessandro Calixto

Na tarde de quinta-feira (05) a Rádio da Família, esteve na programação da Rádio Mutirão. O jornalista Alessandro Calixto, representando o Estado de Minas Gerais, apresentou um quadro dentro da programação da web – rádio que está 24 horas transmitindo conteúdo exclusivo do evento. Em conversa com o Padre Rodrigo Papi, da Diocese de Guaxupé, Calixto fez uma entrevista, em que foi abordado o CD Caçador Divino. Pároco em Poços de Caldas na paróquia São Domingos, o padre falou sobre o seu trabalho como cantor que começou ainda nos tempos de seminário. Foram 15 minutos de conversa , enfatizando principalmente a concepção do cd, referência e influência musical, parecerias nas composições, dentre outros assuntos. Para ouvir a íntegra do bate papo acesse: www.muticom.org ou www.redesulradio.am.br . A emissora é ouvida nos 37 países que participam do Mutirão de Comunicação América Latina e Caribe, que acontece em Porto Alegre até domingo dia 7 de fevereiro.Abaixo o registro fotográfico de Padre Gilvair , enquanto acontece o bate- papo


o














quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Mutirão: Rádio web dá o seu recado


Fotos/redação: Alessandro Clixto

Um stúdio dotado de toda capacidade técnica de transmissão , está fazendo o maior sucesso por aqui. É a Rádio Web Mutirão , que traz aprogramação do Mutirão da Comunicação para mais de 37 países. Registramos o momento em que o Arecebispo do Rio de Janeiro,Dom Orani, participa da programação, ao lado da Irmã Paulina , Helena Coraza . Conduziu a entrevistada,Frei Romanini da Rede Sul de Rádio.

MUTIRÃO: Governadora Yeda participa da abertura

Foto /legenda : Alessandro Calixto


Estiveram presentes a governadora Yeda Crusius (foto)o senador Pedro Simon e o prefeito José Fogaça.A Orquestra de Flautas Villa Lobos abriu o evento.

MUTIRÃO: Quinta-feira movimentada na PUC


O evento acontece até 7 de fevereiro aqui em Porto Alegre /RS - com participantes de 37 países da América Latina e Caribe. Na manhã de quinta-feira (06) é grande a movimentação em vários espaços da PUCRS.


Jornalistas trabalham nas redações

Entrevistas, jornalistas trabalhando nas redações, exposições e transito constante de pessoas para lá e para cá, dão o tom ao segundo dia de evento.Na tarde de hoje das 14h às 18h, os seminários temáticos debaterão importantes temas como a concentração da propriedade nas comunicações e relações de poder, sociedade da informação, processos de digitalização e convergência tecnológica, economia solidária e processos de comunicação, Deus como "mercadoria" na era digital, entre mais assuntos.


Exposições de fotos de igrejas de Porto Alegre

Pe Rodrigo, Pe Gilvair , Pe Luiz e Gladstone


Às 20h, ocorre a entrega do prêmio "Comunicador da Paz", em que o vice-reitor da PUCRS participa. A programação completa do Mutirão e outras informações podem ser obtidas no site http://www.muticom.org/



37 países participam do Mutirão



Fotos:Alessandro Calixto

MUTIRÃO: Rádio da Família participa do Muticom




A Rádio da Família está participando do Mutirão da Comunicação, evento organizado por entidades ligadas à Igreja Católica que acontece na PUC-Pontifícia Universidade Católica do RS em Porto Alegre, de 3 a 7 de fevereiro.O objetivo do encontro é debater os processos de comunicação e a cultura solidária, de forma geral. Boletins diários em toda a programação, flashes das palestras e a transmissão de alguns programas em cadeia com a Rede Católica de Rádio , está previsto para os dias que se segue , segundo o diretor geral da Rádio da Família Alessandro Calixto, que está em Porto Alegre acompanhando o encontro. Foi criada exclusivamente para o evento, com transmissão via web, a “Rádio Mutirão”. A emissora via web já pode ser ouvida pelos sites: www.redesul.am.br ou www.muticom.org. Através da internet, os ouvintes poderão acompanhar as palestras na íntegra, algo que nas emissoras abertas se transformará em flashes durante os programas. A programação da Rádio Mutirão via web prevê a transmissão das seguintes atividades:

03/02 – 18h00 – Abertura Oficial com a conferência de Dom Claudio Maria Celli
03/02 – 20h30min – Abertura Acadêmica com o debate “Processos de Comunicação e Cultura Solidária
04/02 – 8h45min às 11h30min – Conferência – Novos Cenários Políticos e Sociais e processos de comunicação
04/02 – 22h às 00h – Programa Clube da Esperança ao vivo
05/02 – 8h45min às 11h – Conferência – Economia e Comunicação na era digital
05/02 – 11h às 12h – Programa Dito e Feito Debate ao vivo
05/02 – 19h30min – Transmissão da entrega do prêmio Microfone de Prata
05/02 – 22h às 00h – Programa Clube da Esperança ao vivo
06/02 – 8h às 9h – Programa Papo de Gabinete ao vivo
06/02 – 9h às 11h30 – Conferência – Comunicação no diálogo das culturas
07/02 – 18h – Transmissão da solenidade de encerramento

Na foto , vemos da Diocese de Guaxupé os padres Luiz Lemos (Passos) Rodrigo Papi ( Poços de Caldas) Gilvair Messias (Nova Rezende) e o seminarista Gladstone Miguel, que está no último ano de teologia.

Mutirão:Centenas de pessoas prestigiam abertura


Iniciou nesta quarta-feira (03) em Porto Alegre, o Mutirão de Comunicação América Latina e Caribe. Realizado na Pontifícia Universidade Católica (PUCRS) e baseado na paz, na justiça e na liberdade, o evento surgiu como uma unificação do Mutirão da Comunicação Brasil e do Congresso Latino-Americano e Caribenho de Comunicação. Centenas de pessoas participam do evento, que contou na abertura oficial com nomes de peso da política gaúcha, como a governadora Yeda Crusius e o senador Pedro Simon.


Foto: Arquidiocese de Porto Alegre

Arcebispo de Porto Alegre Dom Dadeus Grings, recebeu outros bispos do Brasil e da America Latina e Caribe, que estão no evento, que tem como intenção criar uma maneira possível de abordar os processos de comunicação de modo diferenciado, voltado para a construção de novas formas de comunicação, gerando assim uma nova cultura. Com uma vasta programação até domingo, dia 7 de fevereiro, estão programadas conferências, seminários temáticos, oficinas e apresentações de trabalhos acadêmicos. Também estão previstas premiações; apresentações artísticas; shows culturais; exposição de livros, filmes e de arte sacra. Todas as discussões do Mutirão estarão baseadas em três eixos temáticos: Novos cenários políticos e sociais latino-americanos e os processos de comunicação; Economia e comunicação na era digital e Comunicação no diálogo das culturas. A intenção é que estes eixos funcionem como um ponto de partida para se encontrar, por meio do diálogo e da partilha, novas formas de fazer comunicação. O Mutirão é promovido pelo Conselho Episcopal Latino-Americano (CELAM), pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Organização Católica Latino-Americana e Caribenha de Comunicação (OCLACC), Organização Católica Internacional do Cinema (OCIC), Rede Católica de Rádio (RCR), União Cristã Brasileira de Comunicação (UCBC) e União de Radiodifusão Católica (UNDA-BR). No Blog da Rádio da Família, você receberá todas as informações, postadas pelo jornalista Alessandro Calixto, que está no evento.

MUTIRÃO: Porto Alegre 40 graus


Foto: Alessandro Calixto

A garota carioca-suingue-sangue bom , Fernada Abreu já cantou:
Rio 40 graus
Cidade maravilha
Purgatório da beleza
E do caos...
Lembra???
Mas estou aqui para mudar as duas primeiras palavras, do grande sucesso da ex vocalista da banda Blit's. Que me perdoe a Fernandinha !!
PORTO ALEGRE 40 graus ,cidade maravilha , purgatório da beleza e do caos...
Como faz calor nessa cidade. Meu Deus! E olha que aqui tem o (RIO ) Guaíba, que não deixa a cidade com uma umidade relativca do ar bacana, para amenizar o calor que está fazendo.Ao chegar no Salgado Filho, Aeroporto Internacional de Porto Alegre, no dia de Nossa Senhora dos Navegantes, já dava para ter uma ideia dos próximos dias aqui na cidade. Era 2 de fevereiro, feriado. Nas postagens que se segue , acompanhe tudo o que acontece no Mutirão da Comunicação da América Latina e Caribe, motivo pelo qual estou aqui. Para começar, segue foto de Gramado, cidade conhecida pelos seus chocolates, Natal de Luz e.... O FRIO, que como se vê na foto , faz tempo que não passa aqui pelo Sul.